it-swarm-pt.tech

Quais são as boas perguntas a serem feitas ao entrevistar usuários da intranet para desenvolvimento de persona?

Faço parte de uma equipe externa contratada para melhorar a intranet de uma empresa de engenharia de software.

Fui encarregado de desenvolver um conjunto utilizável de personas de um grupo de cerca de 300 funcionários. As personas, juntamente com a avaliação heurística e os testes de usabilidade, serão uma das ferramentas usadas para desenvolver uma estrutura de tomada de decisão de design.

Para que as personas sejam uma ferramenta eficaz, sei que preciso fazer as perguntas certas, da maneira certa. Alguém tem alguma experiência em entrevistar usuários da intranet que eles podem compartilhar?

6
bernk

Quanto menos perguntas você fizer, melhor.
Para o desenvolvimento de personas , deve-se usar entrevistas do tipo * etnográfico * ( Google for it ).
Nessas entrevistas, o sujeito é incentivado a falar livremente, sem restrições. Esta é a melhor maneira de detectar seus desejos e frustrações. Por outro lado, um conjunto de perguntas predefinidas implica um quadro na mente do entrevistador que sugere um design pré-existente.

É prático dividir a sessão em duas etapas.
Na primeira etapa, você deseja que o assunto exponha suas idéias.
O segundo estágio deve ser sobre suas experiências e sentimentos.
Para iniciar o primeiro estágio, e depois de criar um pouco de confiança e definir o plano de fundo, pergunte algo genérico como no que você pensa? .
Para mudar para o segundo estágio, a pergunta deve estar na veia de como você se sente, você tem alguma experiência anterior? .

4
Juan Lanus

Semelhante a: que pergunta deve ser feita para criar uma persona

Eu tive o mesmo problema e não sabia o que perguntar aos usuários. Depois de alguma pesquisa e reflexão, criei o seguinte:

Diretrizes

  • Use perguntas principalmente abertas
  • Faça perguntas ingênuas
  • Peça às pessoas que lhe mostrem, e não lhe avise, quando possível
  • Peça histórias específicas, especialmente sobre qualquer coisa que você não possa observar

Áreas conceituais de questionamento

  • Pessoas
  • Atividade
  • Objeto
  • Meio Ambiente
  • Interações
  • Comunicação
  • Serviços
  • Pontos de dor
  • Soluções
  • Necessidades
  • Objetivos

Visão geral Perguntas

  • Conte-nos um pouco do seu trabalho.
  • Por que e como você se tornou ______________
  • Há quanto tempo você trabalha como (a) _____________
  • Por que você trabalha para esta empresa em oposição a outra?
  • Conte-me um pouco sobre seu setor e seu papel nele

Conhecimento de domínio

  • A quais associações/redes você pertence?
  • Que habilidades são necessárias para fazer seu trabalho?
  • Como você mantém atualizado/obtém informações sobre sua indústria e profissão?

Metas

  • Por que você é responsável em seu trabalho?
  • Como você define progresso/sucesso em seu trabalho? Como você mede o progresso/sucesso?

Atitudes e Motivações

  • Quais são as partes mais agradáveis ​​do seu trabalho? o que você valoriza mais?
  • Existem motivações externas (extrínsecas) ou internas (intrínsecas) para fazer um bom trabalho? (como recompensas, promoções, regalias, etc.)

Processos

  • Descreva um dia de trabalho típico. O que você faz quando entra no escritório? O que você faz em seguida?
  • Como você faz [uma determinada tarefa]?
  • Quanto tempo essa tarefa normalmente leva?
  • Por onde você começaria?
  • O que você faria depois?
  • Você pode me mostrar como você faz isso?
  • Quais atividades ocupam a maior parte do seu tempo?
  • Quais atividades são mais importantes para o seu sucesso?
  • Fora das coisas que você faz durante um dia típico
  • Existem processos/tarefas exigidos pela empresa ou pelo setor?
  • Quais processos você desenvolveu por conta própria?
  • Você aprendeu a fazer seu trabalho melhor com colegas/colegas?

Meio Ambiente

  • Como o seu escritório está organizado para ajudá-lo a realizar suas tarefas/objetivos?
  • Mostre-me como você utiliza seu escritório para realizar suas tarefas/objetivos?

Pontos de dor

  • Quais são os aspectos mais difíceis/desafiadores/irritantes/frustrantes do seu trabalho?
  • Após um dia normal de trabalho, o que (se houver) ainda está em sua mente no que se refere ao trabalho? (Que problemas o mantêm acordado à noite?)

Ferramentas e Tecnologia

  • Quais ferramentas (analógicas) tradicionais você usa para realizar tarefas em seu trabalho?
  • Quais ferramentas digitais você usa para realizar tarefas em seu trabalho?
  • Onde algumas de suas ferramentas ficam aquém? (O que não faz (ou faz bem) o que você precisa fazer?)

Modelos mentais

  • Que tipos de pessoas se saem bem na sua posição? Por quê?
  • Compare processos similares
  • Um processo e como ele pode ou não ter sido alterado ao longo do tempo

Relações e Estrutura Organizacional

  • Além de clientes/clientes, com quem mais você interage durante o trabalho?
  • Para quem você se reporta? Quem se reporta a você?
  • Com que frequência você colabora com outras pessoas? Como você colabora?

Perguntas sobre projeção/sonho (“se ​​fosse mágica”)

  • Se voltássemos em X anos para ter essa conversa novamente, o que seria diferente?
  • Se você pudesse construir sua experiência ideal, como seria?

Embrulhar

  • Perdemos alguma coisa?
  • Há algo que você queira nos contar?
  • Há algo que você queira nos perguntar?

Para descobrir mais sobre personas e como criá-las, consulte http://slowmtn.tumblr.com

5
Shlomo Goltz

Estou principalmente com Juan Lanus, mas queria fazer alguns pontos/downloads um pouco diferentes.

Eu acho que as entrevistas individuais são as melhores, e uma entrevista semi-formal é o melhor formato. Você precisa perceber que sempre terá o 'poder' e parte do seu trabalho é permitir que a pessoa tenha controle na conversa. Isso é diferente de muitos outros tipos de situações de entrevista. Dessa forma, eles estarão mais propensos a falar sobre coisas que os fazem se sentir estúpidos.

As técnicas de entrevistas comportamentais são realmente importantes, conversem sobre o que fizeram no passado e não sobre o que podem fazer; todos têm boas intenções, mas raramente agem sobre elas. Isso garantirá que você obtenha dados realistas sobre a atividade deles. Também questões abertas e cols.

Comece a conversa sobre assuntos neutros, a maioria das pessoas será protegida, pois não entenderá completamente por que você está fazendo o que está fazendo. Em seguida, passe para o mais pessoal, começando com amores e ódios geralmente é uma maneira 'fácil'.

Encontre o que eles amam, faça-os falar, as pessoas adoram falar sobre o que amam. Faça com que falem, não precisa ser sobre trabalho.

Ouça o que eles estão dizendo e faça perguntas sobre o que eles estão dizendo, e não o que você tem na sua lista. Eu sempre ouvi pessoas perderem um pouco de informação interessante, porque estão mais focadas na lista de perguntas do que na pessoa.

Tenha uma lista de perguntas nas quais você pode recorrer se ficar preso. Faça o máximo que puder e sempre ouça suas gravações e trabalhe onde você poderia fazer melhor.

Lembre-se de que você não está descobrindo sobre o uso deles, mas sobre eles.

2
The Question

Dois métodos etnográficos que recomendo usar em conjunto para gerar personas são círculos de anedotas e extração de arquétipos .

Em um círculo de anedotas, grupos de pessoas - oito é um bom número - contam histórias sobre suas experiências. Enquanto uma pessoa fala, os outros membros do grupo anotam nos post-its os atributos dos personagens que percebem na história como pares de adjetivo-substantivo (por exemplo, "gerente ineficaz", "canhão solto" etc.). Repita enquanto as histórias estão por vir e, quando a narrativa terminar, agrupe os post-its em grupos com características semelhantes. Quando os grupos forem finalizados, dê um nome a cada um.

Para extrair arquétipos identifique os traços positivos e negativos de cada cluster, escreva-os em post-its e coloque-os em torno do cluster . Em seguida, remova os itens e títulos originais, deixando apenas os atributos e embaralhe-os aleatoriamente. Em seguida, agrupe novamente as características, com cada cluster tendo um equilíbrio de características positivas e negativas. Apontar para 6 a 10 grupos e dar um nome a cada um. Esses são seus arquétipos ou personas.

O que é ótimo nesse método é que, em vez de ser um processo "mágico", no qual a resposta cai no final, se você inserir os dados corretos, os arquétipos emergem das conversas das pessoas reais em um contexto específico à medida que elas entendem. o que eles estão ouvindo. Você está usando o conhecimento contextual deles, portanto é autêntico e inclusivo. Você provavelmente também aprenderá algumas coisas que não esperava.

(Você precisará se registrar para obter acesso básico aos artigos vinculados. Como membro da rede Cognitive Edge, aprendi esses métodos e os usei, mas não tenho interesse comercial na organização.)

1
Richard Hare

Como não tenho experiência anterior com pesquisas de usabilidade de sites da intranet, não posso fornecer informações específicas sobre isso, no entanto, a crença popular é de que as as metas de design não devem diferir entre produtos internos e de consumo quando se trata para criar um bom UX .

No entanto, para encontrar uma variedade de perguntas que você poderia usar no seu questionário, sugiro dar uma olhada na página Pesquisas sobre usabilidade e experiência do usuário na EduTech. Lá, você encontrará uma série de exemplos de perguntas e modelos de como estruturar a pesquisa de maneira a atender às suas necessidades.

1
AndroidHustle