it-swarm-pt.tech

Qual é a maneira correta de corrigir o Wine para um PPA personalizado?

Eu tenho aplicado manualmente patches para o Wine para uso em minha própria máquina, mas eu quero colocá-lo em um PPA para meus amigos e parentes.

Atualmente eu sigo este procedimento:

  1. Obtenha a última fonte de um PPA upstream via apt-get source
  2. Use patch para aplicar meus patches não oficiais e não suportados.
  3. Crie um pacote usando dpkg-buildpackage -rfakeroot -uc -b

Isso é bom para criar um pacote que será executado na minha máquina local. No entanto, agora quero distribuir essa compilação personalizada para outras pessoas por meio de um PPA.

Este procedimento é suficiente, ou existe um procedimento mais correto e/ou mais fácil de manter que eu deveria seguir especificamente para o Wine?

9
jbowtie

Você está bem próximo dos passos do seu exemplo, mas aqui está o que eu sugiro:

  1. Pegue as fontes com apt-get source wine e cd no novo diretório
  2. Descubra em qual sistema de patch o pacote de vinhos é baseado: what-patch; neste caso, ele nos diz que o pacote do vinho usa quilt para o gerenciamento de patches
  3. Como estamos usando o quilt, adicione seus patches personalizados à série de quilt:
    QUILT_PATCHES = debian/patches quilt import <seu-patchfile.patch>
    Se você tiver vários patches, faça isso para cada patch, na ordem que você deseja que eles sejam aplicados.
  4. Adicione uma entrada adequada ao arquivo debian/changelog - você precisará alterar o número da versão para garantir que sua versão do PPA seja diferenciada da versão oficial. Normalmente, você deve incrementar o último número de versão e adicionar um til (~) seguido por sua string de versão personalizada (por exemplo, ~jbowtie1). O comando dch -i também pode ajudar com isso.
  5. Construa o pacote de fontes:
    debuild -S
  6. Envie seu pacote de fontes para o sistema de compilação do PPA:
    dput ppa: <your-ppa> ../wine*.changes
    O parâmetro <your-ppa> é especificado na página da barra de lançamento do PPA para o qual você deseja enviá-lo (você terá que criar isso antes).

Geralmente, é uma boa ideia fazer uma compilação de teste antes de executar o dput - o comando pbuilder permite recriar o que o sistema de compilação PPA faria com o pacote (por exemplo, iniciar a partir de uma instalação limpa, adicionar deps requeridos e compilar).

Neste caso você teria que configurar o pbuilder primeiro (veja https://wiki.ubuntu.com/PbuilderHowto ), então faça isso antes do dput:

Sudo pbuilder build ../*.dsc
16
Jeremy Kerr

O Guia de empacotamento do Ubunt tem todas as informações sobre como empacotar o Ubuntu, incluindo como lidar com as correções.

4
txwikinger

Você precisa primeiro construir um pacote fonte

https://wiki.ubuntu.com/PackagingGuide/Basic#Building%20the%20Source%20Package

Empurrar para um PPA é muito fácil para o Ubuntu 9.10 ou posterior

Basta ir ao Terminal e digitar

dput ppa:your-lp-id/ppa <source.changes>
1
akshatj

A resposta de Jeremy é direta ao ponto.

Como alternativa, você pode usar bzr para manipular a origem, os patches e o build/upload.

Veja https://wiki.ubuntu.com/DistributedDevelopment , começando com https://wiki.ubuntu.com/DistributedDevelopment/Documentation .
Enquanto isso simplifica algumas etapas, por exemplo fusão para novas versões upstream (se você planeja ficar à frente do pacote original do Ubuntu), a abordagem original do "apt-get source" é provavelmente mais direta e fácil no final.

1
blueyed