it-swarm-pt.tech

A maneira mais leve de executar aplicativos GUI no Linux?

Percebi que posso usar um gerenciador de janelas sem um ambiente de desktop e não perco nenhuma funcionalidade que me interessa. Os aplicativos ainda funcionam bem, ainda posso organizar as janelas do aplicativo como quiser.

Isso praticamente elimina a necessidade de ambientes de desktop leves, como LXDE e XFCE, para casos de uso como o meu.

Gostaria de saber se esse é o fim da lista. Existe algo que alguém possa cortar? No mínimo, quero algo que possa executar aplicativos GUI como o Firefox. Imagino algo com um terminal a partir do qual posso iniciar outros aplicativos.

26
phunehehe

Você deu uma olhada em outros gerenciadores de janelas "mais leves" ;-)?

Estou completamente satisfeito com o i3, por exemplo: http: //i3wm.org/

É apenas um gerenciador de janelas lado a lado com dmenu para iniciar aplicativos. Sem área de trabalho, sem outros recursos especiais e o binário são apenas alguns KBs.

Existem muitos outros nessa faixa:

O mínimo absoluto seria rodar seu X-Server sem nenhum gerenciador de janelas e apenas com algo como dmenu ( http: //tools.suckless.org/dmenu/ ) para iniciar aplicativos. Não tenho certeza se é realmente isso que você deseja, porque você não poderá redimensionar as janelas do aplicativo, movê-las etc.

17
echox

A página da Wikipedia em Comparação dos gerenciadores de janelas X classifica os vários gerenciadores de janelas em quatro categorias: Pesado, Médio, Leve e mínimo. Você provavelmente estaria interessado naqueles na categoria mínima.

No momento, eles incluem Matchbox, sithWM, evilwm, dwm, WMFS, wmii e scrotwm. (o i3 é colocado em Lightweight; Xfwm (usado por padrão no Xfce) e Openbox (usado por padrão no LXDE) são considerados Middleweight por essa classificação.)

Não sei que motivos foram usados ​​para resolvê-los e não tentei o suficiente para saber quão preciso é.

No entanto, com relação ao argumento que você fez sobre o Compiz autônomo, eu não consideraria isso mais leve do que usar LXDE com Openbox ou XFCE com XFWM. Compiz é uma besta de recursos; usá-lo sozinho não será muito diferente do que usá-lo no GNOME, desde que você não carregue nada no GNOME que não seja necessário.

(Lembre-se de que o XFCE e o LXDE são ambientes de desktop; você pode executar os gerenciadores de janelas padrão sem usar o restante desses ambientes, assim como também pode executar o Compiz sem um ambiente de desktop. Bem, pelo menos eu sei que você pode executar o Openbox sem o LXDE Nunca tentei executar o XFWM sem o XFCE.)

14
frabjous

Meus engenheiros adoram ratpoison como um gerenciador de janelas minimalista.

Quando quero peso leve, passo pela dor de reconstruir o Open Look (olwm e olvwm), embora eu não tenha desejado tanta dor por um tempo.

6
David Mackintosh

Você não precisa do X11 para ter um gerenciador de janelas. Você pode usar TWIN , o gerenciador de janelas em modo de Texto, juntamente com GPM para rato. Você pode ter que mudar seu navegador principal para Links e seu programa de bate-papo para Finch .

5
Ryan C. Thompson

Antes de me mudar para o KDE, eu era um usuário hardcore Fluxbox . Possui interface de comando fbrun que pode ser usada para iniciar programas junto com um menu personalizável com o botão direito. Ele também tem abas de janela, acredito que seja um dos primeiros WMs a ter isso. O IIRC Fluxbox é o WM que Damn Small Linux usa.

4
xenoterracide

icewm é muito leve. Funciona bem no meu servidor decapitado com 1 GB RAM com Xvfb e x11vnc. Se você quer um "ambiente de desktop" leve, eu gosto do ROX-Filer.

2
LawrenceC

A implementação do cwm no OpenBSD, é um equilíbrio impressionante entre leve e rico em recursos. Por padrão, somente um xterm aparece quando você faz login. Não há decorações nas janelas e nada na área de trabalho. Tudo é feito via teclado (e, sim, quero dizer tudo). Se você quiser ssh em algum lugar Alt+. abrirá uma caixa de diálogo ssh. Se você deseja executar um programa Shift+Alt+/ exibirá um diálogo executivo.

A lista completa de recursos/comandos está disponível como uma página de manual .

Infelizmente, isso está disponível apenas no OpenBSD, até onde eu sei. Embora a fonte possa ser compilada e executada no linux, é o que faço quando não tenho permissão para usar o OpenBSD.

2
gabe.

Minha preferência nesse caso é definitivamente xmonad. É um gerenciador de janelas independente e pode ser usado sem o ambiente de desktop GNnome ou KDE (embora exista o Gnome com o xmonad).

o xmonad está disponível no synaptic como um pacote. Eu instalei usando Sudo apt-get install xmonad no meu ubuntu e depois logado na sessão xmonad, e desde então eu uso o xmonad exclusivamente. É um pouco chato de usar no começo, mas atende exatamente às suas necessidades.

1
Anoop

Eu usei jwm por um bom tempo no meu antigo laptop de 199 MHz com apenas 32 MB de RAM.

Funcionou muito bem e estava muito bom. A configuração também é bem feita com um arquivo XML.

1
polemon

Pessoalmente, prefiro usar o "Xvesa" em vez de qualquer ambiente de desktop.

O Xvesa é forte o suficiente para executar o firefox e o tipo de aplicativo.

[Xvesa é usado pelo tinycore, o menor e minimalista sistema operacional Linux]

0
SHW

Às vezes, leio como iniciar um aplicativo diretamente com o X11, por exemplo: diga ao X11 que o Desktop Environment/Window Manager/o aplicativo a ser executado na inicialização é o firefox/is gimp/é outra coisa.

Talvez em conexão com Kiosk mode. Você não pode mudar de aplicativo para aplicativo - basta usar um. aplicativo.

0
user unknown