it-swarm-pt.tech

Qual o sabor do Ubuntu?

Esta questão tem significado histórico do Ask Ubuntu Beta. Não é considerada uma questão "construtiva", conforme o FAQ .

Minha primeira pergunta foi sobre uma nova instalação na minha caixa Ubuntu. Algumas ótimas respostas.

Minha colega de casa tem um par de Sun Ultra 20 que não são usados. Então eu fiz a melhor caixa possível usando os melhores componentes de cada um. Está lá, apenas esperando para ser carregado com o Ubuntu. O novo sistema pode se tornar minha máquina principal; ou talvez não; e provavelmente será configurado como um servidor doméstico. Também é quase certo instalar o LAMP para usar como plataforma de teste WordPress e Drupal.

No momento estou indeciso sobre qual versão do Ubuntu eu quero usar. A escolha é entre o Kubuntu, Ubuntu, Ubuntu Studio , ou servidor Ubuntu (com desktop adicionado).

  • Kubuntu - Basicamente apenas para experimentar e desenvolver o conhecimento do kde.
  • Ubuntu Studio - Porque eu gosto das ferramentas de mídia para fotografia, vídeo, etc. Não tenho certeza se este é necessário, já que eu posso adicionar qualquer pacote que eu queira para o Ubuntu
  • Ubuntu - Só porque é familiar.
  • Ubuntu Server - E adicionar em um desktop desde que eu sou mais de um artista por natureza.
  • Minha pergunta é, Quais são os prós e contras dessas opções?

    Desde já, obrigado.

    6
    wdypdx22

    Se você acabou de usar o Ubuntu, você pode instalar pacotes de diferentes tipos. Você pode instalar o KDE no Ubuntu e no GNOME no Kubuntu, então isso realmente não importa. Eu aconselho que você instale o Ubuntu simples como ponto de partida e adicione os pacotes que você precisa de lá.

    11
    dv3500ea

    Você está falando apenas sobre ambientes de desktop aqui. O Gnome é popular e o KDE também. Eu pessoalmente uso o XFCE. Você pode usar diferentes ambientes de desktop no mesmo Ubuntu. SO apenas experimente-se e saiba

    7
    sagarchalise

    Eu concordo com as respostas para usar o Ubuntu simples; você pode começar com isso e então instalar qualquer aplicativo de mídia ou kde que você quiser.

    Dito isto, a opinião de todos sobre os diferentes sabores/derivados é diferente, por isso, se você estiver curioso, sugiro que faça o download de cada um deles, experimentando-os e fazendo a sua própria opinião.

    Eu gosto de usar o Ubuntu simples, pois sei que é o que a maioria dos usuários usa, então é bastante testado. Mas cada um dos derivados tem seus pontos fortes.

    1
    Bryce

    A beleza do Ubuntu é trabalhar com o que você conhece e adicionar o que você precisa. Então, se o último cartaz mencionar que você precisa dos aplicativos do Studio, adicione-os ou se você é um grande fã do KDE ou do GNOME ou aplicativos específicos para um DE ou outro, você pode usá-los.

    Comece com o Ubuntu e adicione os aplicativos que você quer, você não precisa adicionar todo o metapacote * ubuntu-desktop, você pode simplesmente instalar o que você precisa

    1
    jjesse

    Por que se limitar? Instale um e adicione os outros. Você pode selecionar entre eles no login.

    Eu sempre instalo o Kubuntu primeiro porque ele não tem o Mono (não que eu esteja pendente, mas por que instalar, se você não quiser). Então eu instale o ubuntu-desktop e pesquise por mono-gac e remova-o antes de clicar em apply. Eu perco gbrainy e Tomboy na barganha. Bônus! Então eu adiciono outros ambientes de desktop para resolver as coisas. Você não pode ter muita coisa boa. Pena que você não pode estar em todos eles de uma só vez. :)

    Eu faço isso só porque eu posso. ;)

    1
    LinuxCanuck

    Eu recomendaria Mediabuntu e é por isso que:

    Meu amigo é designer gráfico e músico. Então ele tem equipamento de gravação que ele usa e um Tablet. O tablet trabalhou fora da caixa com o Mediabuntu (e foi configurado corretamente e funcionou bem com o Gimp, etc). Seu equipamento de gravação também foi bem recebido (embora isso fosse principalmente relacionado a hardware). Era mais fácil para ele remover os aplicativos de 4-5 que ele não precisava, em seguida, procurar pacotes e softwares que ele queria.

    No entanto Mediabuntu tem alguns inconvenientes. Não sendo um "" sabor "oficial", ele pode ficar para trás no desenvolvimento do upstream - mas isso raramente é uma questão importante.

    0
    Marco Ceppi